Sinais e riscos da desidratação

Category: Notícias Tags: , , , , , Post Date: 3 de janeiro de 2019

Sinais e riscos da desidratação

Nosso organismo elimina água de diversas formas, a urina, o suor e as fezes são um exemplo. Sendo assim, para nosso organismo funcionar corretamente é necessário ingerir uma boa quantidade de água. Porém, algumas vezes a perda de água pelo organismo é maior do que a ingestão dela e isso pode causar a desidratação. Confira alguns sinais desse problema:

Urina escura ou pouco frequente

O principal componente da urina é a água. Por este motivo, quanto menos líquido presente no organismo, menor será a quantidade de urina expelida. Além disso, a cor da urina é alterada pela maior concentração de outras substâncias.

Pele seca

Com menos água no organismo, a pele fica seca e repuxada. Os lábios, por sua vez, ficam ressecados – e as pelinhas podem aparecer. É extremamente importante não arrancá-las, pois pode causar ainda mais ferimentos na região.

Desmaios ou tonturas

Perde-se líquido de forma mais rápida e, com isso, a pessoa passa por um episódio de hipotensão – queda da pressão arterial –, que leva a perda dos movimentos. Nesse caso, é importante afrouxar as roupas da vítima e manter suas pernas elevadas. Se a situação for mais intensa, como é o caso da perda repentina de consciência, alguns dos procedimentos a serem adotados são checar os batimentos cardíacos  e colocar a pessoa deitada de lado.

Sonolência ou cansaço

Com a falta de água, o corpo fica fraco e, muitas vezes, realizar atividades que fazem parte do cotidiano podem se tornar tarefas muito difíceis.

Manter o corpo hidratado, sempre bebendo aproximadamente 2 litros por dia, seu organismo funcionará muito bem, evitando a desidratação e seus sintomas.

Fonte: Saúde IG